InícioBlogEventosVídeosOs autoresContatoRecomendamos

quarta-feira, 9 de março de 2016

É hora de voltar às compras na bolsa????

N
os últimos dias, o mercado financeiro brasileiro tem emitido um sinal claro de qual é a expectativa para o desenrolar da crise política e das ações anti-corrupção que a justiça brasileira está adotando. O mercado está evidenciando a espera por uma mudança de rumo, com a destituição do governo da Presidente Dilma Rousseff. Independentemente de preferência partidária ou mesmo da avaliação que se faça do governo, é indispensável reconhecer um fato: a perspectiva de punição trouxe uma sequencia de altas da Bovespa.

Por outro lado, o dólar está desvalorizando-se, ainda como reflexo da mesma expectativa, e isto vai ajudar quem tem dívidas nesta moeda ou precisa adquirir produtos importados (máquinas e equipamentos e alguns tipos de insumo, por exemplo), de forma que há empresas listadas na bolsa que vão poder realizar investimentos para aumentar sua produção ou arcar com suas obrigações de forma menos penosa, e assim, ganham valor na avaliação dos investidores que aplicam em ações.

Então, você pode estar querendo me perguntar: "posso começar a comprar ações como se não houvesse amanhã?" A resposta é: vamos com calma. Para quem já possui investimentos na bolsa (especialmente aqueles que precisam resgatar seu dinheiro), este é um momento de esperança ou de expectativa, seja de obter ganhos, seja de reverter parte da desvalorização da sua carteira. Para quem deseja iniciar,  é preciso ainda mais cuidado, porque tem ações que estão realmente saindo do "fundo do poço" e estão recuperando valor, mas para outras, o valor segue tão baixo quanto e talvez não haja uma chance de recuperação.

Um bom exemplo disto são as ações preferenciais da Vale, que valorizaram aproximadamente 60% entre os dias 29/02 e 07/03/2016, mas no dia seguinte despencaram em torno de 12%. Após este curto rally de alta, alguns investidores provavelmente já realizaram seus lucros e o preço abaixou novamente. Esta instabilidade é um reflexo do estado da economia brasileira, que ha muito tempo não se apresentava tão incerta, o que abre a possibilidade de que após a queda registrada em 08/03/2016, por exemplo, a ação volte a subir imediatamente.

Oscilação da ação VALE5 nos últimos 30 dias. Fonte: Google Finance

Assim, a recomendação mantém-se aquela de sempre, de investir em ações com pensamento de longo prazo e fazendo uma pesquisa a respeito, pois como pode-se ler no livro "Os Grandes Investidores", de Glen Arnold, e que foi assunto da última postagem deste blog, tentar acertar precisamente os pontos de inflexão de alta e de baixa de ações é quase impossível e implica em altíssimos riscos de perda. Além disto, é bom manter um equilíbrio entre renda variável e renda fixa, sem se deixar ser tomado nem pela euforia de agora, nem pelo pessimismo exagerado dos períodos de baixa.