InícioBlogEventosVídeosOs autoresContatoRecomendamos

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Como ser um grande investidor?

T
erminei recentemente de ler um livro muito interessante, chamado "Os Grandes Investidores", que foi escrito pelo professor, empresário e investidor americano Glen Arnold. Este livro aborda a trajetória, as estratégias e os princípios de investimento de nomes consagrados como George Soros, Warren Buffett, Benjamin Graham e outros, em oito densos, detalhados e bem escritos capítulos nos quais evidencia-se que há diversas formas de tornar-se um grande investidor.

Apesar das diferenças de estilo e abordagem de cada uma das personalidades analisadas a que me referi acima, é evidente que algumas características são comuns e decisivas para o êxito de todos eles, senão vejamos:

Glen Arnold analisou os perfis
de grandes investidores
- Informação: como já ressaltamos em outras tantas ocasiões aqui mesmo neste blog, só investe bem quem está informado. Então, mãos à obra, vamos buscar e analisar o máximo possível de informações, para que possamos escolher adequadamente em quais "campos de batalha" queremos lutar.

- Método: após estudar os mercados ("campos de batalha") nos quais você deseja investir e a partir das informações obtidas, aí sim, defina um método, não para segui-lo obsessivamente, mas para que você possa guiar-se dentro do imenso "oceano" de possibilidades de investimentos, tomando decisões com critério e aumentando suas chances de sucesso.


- Persistência: esta característica vai nos ajudar a manter-nos fiéis ao método de investimentos que planejamos, sem que no entanto, nos deixemos engessar pelos parâmetros que achamos que sejam mais corretos. Se um investidor é de fato persistente, ele buscará diferentes maneiras para chegar aos objetivos estabelecidos, seja às vezes seguindo a "manada", seja às vezes indo no sentido contrário.

- Humildade: mesmo os melhores investidores do mundo cometem erros (há casos descritos no livro de investidores com 40% de decisões equivocadas) e procuram aprender com eles. Da mesma forma, bons investidores mantém-se humildes também quando estão acertando e procuram aprimorar-se para continuar acertando, porque o processo de evolução simplesmente não termina nunca.

Desta forma, diante das características comuns que vimos acima, é possível concluir que o perfil médio de um grande investidor está longe de ser "místico" ou "mágico" como pode-se pensar, mas é sim o perfil de alguém que tem obstinação e tem a atividade de investimento como mais do que simplesmente acumular dinheiro, sempre com a ressalva da imperiosa necessidade de ser honesto e sensato na condução de seus negócios.

Conhecer bons exemplos de pessoas que são ou foram bem sucedidas no mundo dos investimentos, empreendedorismo e negócios é importante para que formemos nossos padrões de ação e tenhamos um rumo definido, trilhando (de forma ajustada à nossa realidade) caminhos já explorados e que funcionaram. Assim, o caminho para a independência financeira fica mais curto.