InícioBlogEventosVídeosOs autoresContatoRecomendamos

sábado, 16 de janeiro de 2016

IBOVESPA em baixa. O que fazer????

E
ste ano de 2016 começou como se o ano passado ainda não tivesse se encerrado, ou como disse alguém em algum texto que li na internet, estamos em uma espécie de "2015 2.0". E nem poderia ser diferente, já que os problemas econômicos vividos em 2015 permaneceram, repercutindo em algumas variáveis, como o valor de mercado das empresas brasileiras.

As empresas com ações cotadas na bolsa de valores brasileira, a BOVESPA, perderam valor de mercado neste início de ano, e não foi pouco, chegando ao ponto de o indicador IBOVESPA registrar o valor mais baixo em 7 anos! No dia 15/01/2016, a bolsa fechou com baixa de 2,36% e apenas 38.569 pontos. As ações da AMBEV chegaram a seu menor valor nos últimos 12 meses e no caso da Petrobras, seu valor agora é o mesmo registrado em Maio de 2004.

Apenas para efeito de comparação, a gigante da tecnologia americana Apple já tem valor de mercado superior a todas as empresas com ações cotadas na bolsa brasileira.

Como devemos agir diante deste momento? De repente a bolsa tornou-se uma farta mina de oportunidades fantásticas de compra e basta sair aplicando dinheiro, comprando ações "a rodo"? Claro que não. O momento ainda vai requerer muito cuidado, porque ainda que seja um fato que muitas das empresas listadas tem valor patrimonial muito maior do que o valor pelo qual estão sendo cotadas, há empresas que são casos que requerem ainda mais cuidado em sua análise.

Um exemplo (óbvio, até) é o da Petrobras, que há algum tempo está frequentando muito mais as páginas de política do que de economia, e cujo valor de suas ações simplesmente desabou, caindo de mais de R$ 22,00 em 2011, para a faixa dos R$ 5,00. O mesmo acontece com outras estatais como Banrisul, CEMIG e Banco do Brasil, com pesadas quedas recentes. A Vale também não fica atrás, ainda mais após o desastre ambiental em Mariana-MG. No caso da Petrobras, há também o agravante da queda mundial do preço do petróleo.

Para quem vem acompanhando o mercado e tem tempo (e estômago) para manter um investimento por alguns anos até que o resultado valha a pena, sugiro escolher algumas ações e investir nelas. Existem sites e fóruns especializados na internet que vão ajudar nesta escolha. E porque eu recomendo isto? Porque esta é uma forma de potencializar seus ganhos quando o mercado começar a reagir e porque é importante não se fixar exclusivamente à renda fixa.

Além disto tudo, o mercado de ações é um importante meio de movimentação financeira, cuja saúde vai incentivar outras empresas a abrir o capital, captando recursos não com credores,  mas sim conosco, pessoas físicas, criando assim outras oportunidades para que nos tornemos seus sócios e qualifiquemos ainda mais a nossa educação financeira.