InícioBlogEventosVídeosOs autoresContatoRecomendamos

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Consumir e investir podem ser a mesma coisa?

A
lguns dias atrás, li uma reportagem interessante do site G1 (aqui), sobre o americano Ben Schlappig, que viaja quase ininterruptamente (mais de 640 mil km por ano) e mais que ser um mero viajante, ele faz desta atividade a sua profissão: consultor de itinerários de viagens através de programas de milhagens.

Então, a partir deste exemplo, sugiro aqui refletirmos a respeito de como podemos sair ganhando e economizar algum dinheiro a partir dos benefícios indiretos, já que, com planejamento, como pode-se ver na reportagem que citei antes, é possível formular estratégias que reduzam os gastos para até mesmo fazermos aquelas viagens que sonhamos, inclusive aquelas para o exterior.

Ben Schlappig, americano que viaja pelo mundo utilizando milhas de cartão de crédito (Foto: BBC)
Ben Schlappig ganha dinheiro viajando
O exemplo mais óbvio neste caso são os programas de milhagem das companhias aéreas, cuja pontuação (milhas) é obtida através dos nossos gastos com pagamentos feitos com cartão de débito ou de crédito. Neste caso, o nosso consumo corriqueiro, ou seja, que já iríamos fazer de qualquer maneira, pode nos dar mais resultados e ampliar o benefício proveniente daquilo que consumimos e o acúmulo destas milhas é trocado por passagens aéreas. Esta mesma lógica é utilizada também por redes de hotéis.
  
Outra possibilidade interessante de benefícios, é se tornar sócio do clube de futebol pelo qual você torce, pois se ele for integrante do programa "Por um futebol melhor", você poderá ter descontos na compra dos produtos e serviços credenciados. Isto faz com que às vezes, os descontos superem até a o valor das mensalidades de sócio! Na prática, você ganha dinheiro e, portanto, de forma indireta faz um investimento. Isso sem contar outros benefícios específicos do plano de sócios que seu clube disponibiliza.

A possibilidade de economizar e até mesmo investir a partir do seu consumo consiste em uma estratégia interessante, que amplia horizontes e que viabiliza a realização de sonhos. Assim, de forma responsável, você pode incorporá-la ao seu conjunto de estratégias para independência financeira, desde que esse consumo não implique no desajuste do seu orçamento. 

Então, pessoal, vamos procurar mais informações sobre cada programa dessa natureza, e vamos aproveitar os benefícios indiretos e assim, na prática, consumindo, vamos poder aumentar a nossa renda, a nossa capacidade de consumo e a nossa capacidade de investir!