InícioBlogEventosVídeosOs autoresContatoRecomendamos

sexta-feira, 8 de maio de 2015

Casa própria: novo cenário, novas soluções

A
queles que alimentam o sonho da casa própria, tão comum a tantos brasileiros, receberam uma "ducha de água fria" nesta semana, com o anúncio das novas regras para aquisição de imóveis usados com recursos do FGTS, através do Sistema Financeiro de Habitação (SFH).

Agora, a Caixa Econômica financia no máximo 50% do valor dos imóveis usados, em vez dos 80% de antes. Por exemplo, quem desejava adquirir um imóvel de R$ 300 mil, precisava dispor de apenas R$ 60 mil de entrada, agora, com as novas regras, tem de dispor de R$ 150 mil, ou seja, tem de ter 2,5 vezes mais dinheiro para dar de entrada. Antes disto, já havia ocorrido um aumento da taxa de juros nestes mesmos financiamentos.

A primeira e mais importante conseqüência, é de que com estas novas regras, menos crédito vai ser concedido, implicando em menos negócios envolvendo imóveis, ou seja, menos demanda, e portanto, preços menores. Neste cenário, a tendência é de que surja boas oportunidades para quem deseja comprar um imóvel à vista e agora é um bom momento para pesquisar, comparar oportunidades e quem sabe, realizar o sonho.

Costuma-se dizer que não adianta ter sorte se não se está preparado para ela, o que é verdade, já que quem vinha se planejando e acumulando recursos, agora está sendo premiado e recebendo uma ajudinha da sorte, mas não são somente estes a poder se beneficiar de alguma forma deste novo momento.

No nosso último post (aqui), falamos sobre consórcios e também vale a pena analisar as condições nas quais um consórcio funciona, principalmente no que diz respeito à taxa de juros, de modo que entendo a procura por outras modalidades de recursos para aproveitar esta baixa dos preços dos imóveis como sendo a segunda conseqüência deste novo cenário, e também como uma oportunidade para alavancar os negócios de outras instituições.

Por fim, destaco que a lição que fica é que toda vez que uma crise surge, muitos identificam oportunidades, procuram aproveitá-las para materializar realizações, superam obstáculos e dão continuidade ao seu projeto de independência financeira. Os novos cenários requerem novos comportamentos e novas soluções.