InícioBlogEventosVídeosOs autoresContatoRecomendamos

terça-feira, 14 de abril de 2015

Consórcio: seu sonho pode estar aqui

V
ocê tem dificuldades em manter o foco para alcançar objetivos financeiros que requeiram mais tempo? Está penando para manter a regularidade de seus aportes para alcançar o que deseja? Já pensou em fazer um consórcio? Esta é uma modalidade de investimento na qual há o autofinanciamento dos seus participantes através de parcelas mensais, para que com o valor investido possam realizar seus objetivos.

Hoje em dia, existem consórcios que atendem aos mais diversos objetivos, desde a compra da casa própria ou do carro, até à aquisição de caminhões, aviões e serviços como viagens e cirurgias plásticas. A principal vantagem dos consórcios é a de facilitar o planejamento financeiro, estimulando a poupança. Desta maneira, a viabilidade do alcance de objetivos, para algumas pessoas, aumenta significativamente, e para o mercado, há a vantagem de comercializar seus produtos e serviços de forma estruturada, em quantidades maiores e com perspectivas de adimplência mais interessantes do que no comércio convencional. Outro aspecto importante a analisar é o custo financeiro da operação (taxas de juros, de administração, etc...), que geralmente é inferior ao dos financiamentos comuns.

As possibilidades para que o mutuário de um consórcio possa acessar ao bem ou serviço pretendido são três:

1. Lance: é uma espécie de leilão, no qual os participantes oferecem números de parcelas que eles poderão pagar antecipadamente. Ganha a disputa (e acessa antes ao bem ou serviço pretendido) quem oferecer o maior lance, sempre de acordo com a disponibilidade de caixa do consórcio;

2. Sorteio: a empresa administradora do consórcio sorteia alguns de seus participantes para que os mesmos sejam contemplados com a carta de crédito (documento que formaliza qual o valor que o consorciado dispõe a partir dali, para adquirir o bem ou serviço) antes dos demais participantes;

3. Quitação: é a forma mais demorada, pois implica em primeiro realizar todos os pagamentos, para só depois adquirir a carta de crédito e usufruir do bem adquirido. Na verdade, trata-se somente do cumprimento do que foi estabelecido em contrato, como em um financiamento convencional. Apenas não há nenhuma das vantagens de antecipação da carta de crédito que o lance ou o sorteio proporcionam.  

A contemplação dos participantes do consórcio, através de sorteios ou lances, antecipa o acesso e faz com que o contemplado siga pagando as parcelas, mas já desfrutando do bem ou serviço consorciado, o que é uma vantagem, especialmente na compra de um imóvel para morar, quando o aluguel deixa de fazer parte do orçamento desta família. As contemplações (sorteios ou lances) se dão periodicamente, de maneira que o consórcio segue valendo até que todos os participantes tenham sido devidamente contemplados ou tenham quitado as parcelas. Isto significa que o consórcio se realiza dentro de um prazo previamente conhecido, e para o qual é preciso que haja um planejamento para manter os pagamentos das parcelas.

Para esclarecer um pouco mais, acessei o site Infomoney e seu bem elaborado simulador comparativo, e estimei a aquisição de um imóvel avaliado em R$ 300.000,00, sendo R$ 200.000,00 financiados em 240 meses (20 anos). Nos demais itens, marquei as piores condições para um consórcio e as melhores para um financiamento comum. No final, este imóvel seria quitado via financiamento em parcelas de R$ 2.274,80, contra parcelas de R$ 1.687,50 do consórcio. Uma economia mensal de R$ 587,30, ou uma economia total de R$ 140.952,00 (R$ 545.952,00 do financiamento contra R$ 405.000,00 do consórcio).

Enfim, há diversas formas válidas de alcançar os objetivos financeiros e com certeza o consórcio é uma delas, merecendo ao menos ser analisado cuidadosamente para verificar se ele é mesmo uma alternativa que se ajusta aos seus objetivos, ao seu planejamento e à sua forma de conduzir suas finanças. Por exemplo, se você não for exatamente disciplinado, vale a pena considerar o consórcio mais seriamente. 

Ainda restaram dúvidas? Vamos pesquisar um pouco mais. Eu sugiro, para começo de conversa, uma visita ao site da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (aqui).