InícioBlogEventosVídeosOs autoresContatoRecomendamos

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Fim de ano não é o fim do mundo!


D
ezembro chegou mais uma vez! E consigo, as festas de fim de ano, aquele momento mágico em que nos confraternizamos com nossos amigos e familiares, em que comemoramos o Natal e o Revéillon, em que nos permitimos algumas extravagâncias como comer e beber mais, viajar, passear, e claro... comprar!

Esta é provavelmente a época do ano em que mais consumimos, em que mais compramos. São presentes, comidas e bebidas, afinal, tem confraternização nas empresas, nos clubes, nas famílias, nos condomínios, nas associações, com os amigos, e onde mais pudermos imaginar. Isto tudo é ruim? Claro que não! Muito pelo contrário, é importantíssimo celebrar o fato de que mais uma vez superamos um ano difícil e que estamos juntos com aqueles que nós amamos.

Entretanto, existe um pequeno, mas importante "porém": a despeito das profecias dos maias, o mundo não acabará em 21/12/2012 (assim eu espero), e a vida seguirá rumo a mais um Natal, a mais uma virada de ano, e logo estaremos novamento em Janeiro, um mês complicado financeiramente para muitos brasileiros, pois é preciso pagar IPTU, IPVA, matrículas escolares, comprar material escolar e... pagar as faturas dos cartões de crédito, aquelas mesmas dos presentes e banquetes do Natal gordo, lembra? Aquelas do Revéillon dos sonhos naquela praia paradisíaca ou naquele cruzeiro de primeira.

Pois é, meus amigos! Há muita gente que gasta nesta época desenfreadamente, como se o mundo fosse mesmo acabar, seja por carência, por euforia, ou mesmo por falta de planejamento. Para estes, queremos dar algumas sugestões que vão ajudar a manter a tradição do fim de ano, sem comprometer o início de 2013, e portanto, começando a construir um final de ano ainda melhor no ano que vem:

- Planeje sua participação nas diferentes confraternizações, estabelecendo gastos compatíveis com sua condição;

- Ao comprar presentes, tenha em mente quanto poderá de fato gastar, sem "estourar" o cartão de crédito. E mantenha-se firme, não ultrapasse os valores estabelecidos;

- Falar em pesquisar preços nesta época é até certo ponto inútil, tudo fica mais caro e as lojas cobram preços quase iguais pelos produtos. Sugiro trocar, quando preciso, um determinado produto por outro mais em conta;

- O ideal para quem quer viajar nesta época do ano, é planejar com alguns meses de antecedência. Que tal começar agora a poupar e planejar a viagem de fim de ano de 2013?

Seguindo estas sugestões, você vai ter um fim de ano feliz, sem gastos exagerados e começará 2013 em muito melhores condições e com maiores chances de crescer financeiramente, para ter um futuro de muitas realizações, afinal é só mais um fim de ano, e não o fim do mundo.