InícioBlogEventosVídeosOs autoresContatoRecomendamos

sábado, 28 de julho de 2012

Ações: parece mas não é...

N
a teoria, os investidores tem um padrão de comportamento previsível, do tipo "efeito manada", com um movimento de migração de aplicações da renda fixa para a renda variável quando a primeira começa a apresentar resultados decrescentes. Esta situação normalmente exige que, para alcançar uma determinada rentabilidade, que é o desejo ou meta do investidor, passe-se a correr mais riscos, ou seja, que a renda variável, principalmente ações, absorva maiores percentuais dos valores para investimento.

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Os oito atributos da mulher rica – 5

D
ando continuidade à série de artigos baseados no texto de Suze Orman, trataremos do quinto atributo da mulher rica, que é a Felicidade.

domingo, 15 de julho de 2012

Quem ama, educa (financeiramente também)!

A
lgumas vezes, as lições sobre educação financeira vem dos lugares mais inusitados e inesperados. Desta vez, quero abordar uma situação que apareceu em "Gabriela", da Rede Globo, na qual são mostradas as atribulações de uma jovem, cujos pais falecem em um acidente. Depois do funeral, aos poucos, a jovem vai descobrindo a verdadeira e precária condição financeira de sua família, com o agravante de que seus pais haviam dado pouca educação, já que ela deveria apenas ser preparada para o casamento. A partir deste fato, o noivo passa a sentir-se seu "dono" e muda seu tratamento para pior.

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Ouro de Tolo

A
volta das férias sempre traz aquela sensação de “quero mais”, de que poderia ter aproveitado melhor o tempo, de que tinha mais coisas importantes a fazer, e de que o trabalho atual é um empecilho à nossa liberdade. Em verdade, creio que todas as pessoas desejam mais liberdade para poder fazer o que gostam. Marcelo inclusive abordou o assunto em nosso livro, a ser lançado em breve. A Educação Financeira parte, em princípio, desse desejo, quando ensina a utilizar o dinheiro de forma a proporcionar essa liberdade.

segunda-feira, 2 de julho de 2012

O abismo do crédito


T
em circulado na televisão uma propaganda, de uma certa financeira, que se propõe a oferecer crédito fácil e sem burocracia, com destaque para cenários bastante coloridos e festivos, além de atores sorridentes. O que tanta alegria, tanta festa e tantos sorrisos não mostram é que esta financeira está na verdade, apresentando ao público o caminho do abismo financeiro, o caminho mais fácil para que o crédito deixe de ser algo bom para se tornar uma penitência cruel.