InícioBlogEventosVídeosOs autoresContatoRecomendamos

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Como conquistar sua independência financeira utilizando a Metodologia DSOP (por Reinaldo Domingos)


É
muito comum as pessoas pararem para pensar em suas vidas, fazendo alguns questionamentos como: O que fiz da minha vida? O que consegui conquistar até hoje? Sem dúvida, algumas pessoas acabam se surpreendendo com suas conquistas e se motivam ainda mais. Agora, na maioria dos casos, as respostas ficam abaixo do que se projetava. O problema é que as pessoas, ao perceberem esta situação, geralmente se contentam em achar uma desculpa, dizendo não ter sorte, não ganhar bem, etc.

Para mudar este quadro é necessário parar, refletir e reunir a família para uma conversa de verdade, mas não para falar em cortes de despesas, e sim de sonhos, desejos, objetivos, tomar decisões e mudar a postura em relação a forma com que se trata e prioriza o dinheiro.

É importante ter em mente que o descontrole financeiro se dá pela ausência da educação financeira. É preciso combater a causa do analfabetismo financeiro no Brasil e no mundo. Com esse objetivo, a DSOP Educação Financeira tem a missão de disseminar este tema, que já é praticado em várias escolas privadas e públicas do ensino básico (infantil, fundamental e médio). A exemplo do curso EJA – Ensino a Jovens e Adultos, embasado na Metodologia DSOP, um sistema de ensino que tem como grande novidade provocar a mudança de hábitos e costumes, fazendo com que esse público comece a praticar o uso consciente do dinheiro.

Outro programa com esse foco é a educação financeira para empresas que promove a melhora da qualidade de vida de seus colaboradores e da produtividade. A Metodologia DSOP tem como base quatro pilares que se praticados garantem a prosperidade e sustentabilidade de qualquer pessoa e família, são eles:

* Diagnosticar
* Sonhar
* Orçar
* Poupar

Diagnosticar: Reunir a família, fazer um diagnóstico financeiro, registrar todos os gastos, por 30 dias, inclusive as pequenas despesas e reduzi-las a patamares de 20% a 30%.

Sonhar: Com a família reunida inclusive as crianças é hora de sonhar, colocar no papel os sonhos individuais e também os coletivos e registrar também, que para cada sonho é preciso saber qual o seu valor, quanto será necessário guardar e em quanto tempo. Os sonhos serão os grandes agentes motivadores para reduzir todas as despesas desnecessárias, encontradas no diagnóstico financeiro.

Orçar: No orçamento DSOP o que se prioriza são os sonhos antes das despesas, para tanto, é preciso anotar no papel para que se consiga visualizar o dinheiro que entra e o dinheiro que sai. Quando falamos de orçamento estamos falando de uma ferramenta fria, que serve apenas para controle e tomada de decisões. Diferente do que muitos pensam, antes dessa entrevista é preciso entender que no diagnosticar o que realmente devemos buscar são as ações de reduções das despesas.

Poupar: O quarto passo é onde consolidamos os sonhos. Não basta apenas investir e guardar dinheiro, é preciso saber o porque deste dinheiro guardado, portanto, o segredo é que para cada investimento realizado, um sonho deve estar atrelado. Um dos melhores investimentos é guardar dinheiro para sonhos definidos. Aconselho algumas modalidades de investimento: curto prazo, até um ano na Caderneta de Poupança, médio prazo até dez anos em CDB, Tesouro Direto, Fundo de Investimentos. Já para os sonhos de longo prazo, acima de dez anos, aconselho Tesouro Direto, Previdência Privada, entre outros. Para uma melhor segurança é preciso ter sempre um especialista para acompanhar os investimentos de médio e longo prazo.

Reinaldo Domingos, educador e terapeuta financeiro, presidente da DSOP Educação Financeira e Editora DSOP, autor dos livros Terapia Financeira, Livre-se das Dívidas, Ter Dinheiro Não Tem Segredo, das coleções infantis O Menino do Dinheiro e O Menino e o Dinheiro, além da coleção didática de educação financeira para o Ensino Básico, adotada em diversas escolas do país.