InícioBlogEventosVídeosOs autoresContatoRecomendamos

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Como conquistar sua independência financeira utilizando a Metodologia DSOP (por Reinaldo Domingos)


É
muito comum as pessoas pararem para pensar em suas vidas, fazendo alguns questionamentos como: O que fiz da minha vida? O que consegui conquistar até hoje? Sem dúvida, algumas pessoas acabam se surpreendendo com suas conquistas e se motivam ainda mais. Agora, na maioria dos casos, as respostas ficam abaixo do que se projetava. O problema é que as pessoas, ao perceberem esta situação, geralmente se contentam em achar uma desculpa, dizendo não ter sorte, não ganhar bem, etc.

quinta-feira, 19 de abril de 2012

E o cenário mudou mais uma vez... O que fazer agora?


O
 governo fez mais um profundo corte na Selic, a taxa básica de juros da economia brasileira, desta vez de 0,75 pontos percentuais, reduzindo-a agora a 9% a.a, conforme já era esperado pelo mercado e pelos economistas, mas como isto vai interferir no seu planejamento financeiro? A principal interferência é que duas importantes medidas precisarão ser adotadas neste momento:

terça-feira, 10 de abril de 2012

Compartilhamento de bens: uma ótima sacada!


A
qui mesmo, no Enriquecimento Total, o Adriano abordou uma questão interessante (clique aqui), referente à aquisição de imóveis de veraneio, um desejo típico quando as famílias melhoram seu poder aquisitivo. Além disto, o artigo nos mostra também, de forma bastante pertinente, as implicações financeiras e de outros cuidados que este tipo de aquisição exige. Afora isto tudo, há ainda a limitação decorrente do fato de que poucos podem ter mais de um imóvel de veraneio, ou seja, todos períodos de folgas teriam de ser desfrutados sempre no mesmo lugar para que não haja desperdícios.

domingo, 1 de abril de 2012

O mercado está oferecendo opções...


A
situação da economia brasileira, com a taxa SELIC a 9,75% a.a. (a mais baixa dos últimos anos), aliada à maior oferta de informações e do crescimento do interesse na educação financeira, tem modificado o equilíbrio das relações de oferta e demanda por produtos e serviços financeiros, e esta mudança deverá contribuir na melhora da adequação do uso destes mesmos produtos e serviços, já que o crédito não necessariamente tem que ser uma "maldição" (clique aqui) para suas finanças, podendo inclusive ser a salvação, se bem utilizado, evidentemente.