InícioBlogEventosVídeosOs autoresContatoRecomendamos

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Você se aposentou: e agora?

Você, amigo(a), trabalhou anos a fio, contribuiu com o país, preparou seus filhos, dedicou os melhores anos de sua vida ao trabalho e agora, depois de 30, 35, 40 ou até mais anos, vai se aposentar e finalmente começará a desfrutar um merecido descanso e aproveitará sua vida até o final com seus familiares e amigos. Isto é justo e é bom demais, não é?
Mas você já pensou como será esta nova fase da sua vida, financeiramente falando? Você está mesmo pronto para se aposentar sem depender de um emprego? Você poderá escolher entre trabalhar e não trabalhar? Se você começou um planejamento financeiro desde cedo, provavelmente dirá "SIM" 3 vezes seguidas, afinal terá acumulado um patrimônio, que te proporcionará uma renda, que somada ao INSS, garantirá a tranquilidade necessária para viver por muitos anos após a aposentadoria, já que a expectativa de vida do brasileiro atualmente é de 73,5 anos.

E se você não fez um planejamento financeiro? É o "fim da linha" e tudo está acabado? Claro que não! Você não poderá esperar ter a mesma qualidade de vida de quem se planejou, óbvio, mas também não precisa ser severamente punido, "esperando a morte chegar". Há soluções para diminuir os efeitos maléficos da falta de planejamento, a exemplo do que se vê nesta reportagem (clique aqui).

Para quem não se planejou, o momento da aposentadoria vai requerer algumas medidas emergenciais:

1.  Reformular o orçamento para diminuir as despesas, já que os gastos com saúde costumam crescer neste momento da vida;

2. Adotar algumas das medidas da reportagem que citamos, relacionada a gastos com moradia;

3. Avaliar a possibilidade de realizar algum trabalho remunerado, por um número de horas menor, a fim de completar a renda;

4. Não deixar de investir um pouquinho dos recursos, mas em aplicações mais conservadoras (poupança, fundos de investimento e similares), pois estes serão seus recursos para emergências;

5.  Repense a importância e o valor das coisas gratuitas (clique aqui). Elas também serão importantes.

Fazendo tudo isto, a sua aposentadoria será tranquila e digna, mesmo sem ter tido um planejamento prévio, que é aquilo que recomendamos aos mais jovens.

Até a próxima,