InícioBlogEventosVídeosOs autoresContatoRecomendamos

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Economia global: o que eu tenho a ver com isso?

Amigos,

Normalmente, quando falamos de educação financeira, pensamos em questões relacionadas ao orçamento familiar e relacionadas ao comportamento do consumo das famílias, ou seja, questões individuais. Entretanto, nós vivemos em uma economia capitalista, e principalmente, globalizada. O que isto significa? Que fatores da economia global vão interferir nas suas decisões financeiras, ainda que não seja tão fácil estabelecer esta ligação.

O governo brasileiro, em função de acontecimentos ocorridos na economia de outros países, pode optar por aumentar a taxa de juros, com o objetivo de frear a inflação, através da diminuição do consumo. Para o seu bolso, o que isto significa? Uma chance de melhorar a rentabilidade de suas aplicações, e portanto, um belo estímulo para investir. Além disto, pode significar também um estímulo para consumir de forma mais eficiente, buscando os melhores preços, já que a diminuição do consumo costumeiramente provoca a queda dos preços.

Outro aspecto em que a economia global interfere, é no consumo de bens importados. As oscilações do câmbio poderão justificar a escolha por produtos importados frente aos similares nacionais, desde que, evidentemente, sejam comprados diretamente no exterior, já que os impostos cobrados são altíssimos sobre este tipo de aquisição.

O mercado de ações costuma ser afetado por ocorrências na economia mundial. No caso da atual crise, o mercado brasileiro de ações está período de muitas oscilações, com fortes baixas registradas nas últimas semanas. Desta forma, como as perdas não são em função da gestão das empresas brasileiras, existem boas oportunidades de compra, que podem ser aproveitadas.

Em suma: o noticiário econômico precisa fazer parte das fontes de informação que contribuirão em seu processo de independência financeira. Entender os aspectos básicos da dinâmica da taxa de juros, do câmbio e da tributação são conhecimentos importantes para suas decisões financeiras.

Até a próxima, meus amigos!