InícioBlogEventosVídeosOs autoresContatoRecomendamos

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Finanças Pessoais: até que ponto você é racional?

Caros,

Cuidar das nossas finanças não é tão simples quanto muitos querem fazer parecer. Exige alguns cuidados, tendo em vista que apesar de aprendermos na escola que o ser humano é o único animal racional, as coisas não são bem assim. Do contrário não teríamos atitudes irracionais, inclusive na hora de administrar as finanças.

De onde vem esses momentos de irracionalidade? Vem do nosso psicológico, que sob pressão ou em situações desagradáveis, pode nos levar a tomar decisões infelizes, ou irracionais. O dinheiro mexe com nossas emoções e os efeitos das más decisões financeiras, todos nós conhecemos: orçamentos que superam as rendas, dificuldade de pagar as contas, aumento do endividamento sem que rendas extras sejam geradas, o que deriva em dificuldades nas outras áreas da vida.

Esta discussão é também objeto da Economia, o que faz dela uma ciência social aplicada (e não exata como muitos pensam) e que combinada à Psicologia, forma o ramo das Finanças Comportamentais, uma área carente de estudiosos. Entretanto, há uma sumidade, o Dr. Jurandir Sell Macedo Jr., que concedeu recentemente uma entrevista (clique aqui) bastante abrangente e interessante sobre o tema. Essa leitura nos permite entender melhor como e porque somos irracionais em algumas situações.

Abraço e Feliz Páscoa a todos!